Mortos e troca de tiros: Suspeitos da morte de tenente Grec acumulavam várias passagens

Tráfico de drogas, porte de arma de uso restrito, furto e violência doméstica. Esses crimes fazem parte dos históricoa criminais dos suspeitos de participação, na morte do tenente Mateus Grec Carvalho Marinho Queiroz *(foto), ocorrida no último domingo (12), no bairro de Cosme de Farias. Os homens reagiram a uma ação do Batalhão de Choque (Patamo) e da Rondesp Central, no bairro de Sussuarana Nova, na madrugada da quarta-feira (15).

Luis Carlos Sousa de Araujo, 29 anos, acumulava passagens, na Central de Flagrantes de Salvador e na Delegacia de Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Brotas, por tráfico de drogas e violência contra a mulher, respectivamente, além de outra entrada por furto simples.

Everson Andrey Souza dos Santos, 23, por sua vez, era conhecido pela polícia por acumular passagens por tráfico de drogas e porte de arma de fogo de uso restrito. No ano de 2018, entre 27 de agosto e 29 de setembro, o homem apresentou entradas na Central de Flagrantes e na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) da capital.

A localização dos possíveis autores da morte do tenente se deu, após uma denúncia anônima, que apontava o esconderijo dos suspeitos. Ao perceberem a presença dos policiais, eles atiraram, ficaram feridos, foram socorridos até o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), mas não resistiram.

Com eles foram apreendidos uma pistola calibre 380, um revólver calibre 38, munições, carregador, 35 celulares, drogas e 50 quilos de alimentos em embalagens prontos para serem arremessados para o Complexo Penitenciário de Mata Escura.

Foto/Rede Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *