Mortugaba terá obra de adutora iniciada em agosto

No começo de agosto próximo será iniciada a obra de construção de adutora para implantação do novo Sistema de Abastecimento de Água (SAA) de Mortugaba, a partir do Rio Gavião. A boa notícia sobre o pleito antigo da população para dar segurança hídrica ao município saiu da direção da Embasa, em reunião na manhã desta terça-feira (20) com os deputados Waldenor Pereira (federal) e Zé Raimundo (estadual) e o prefeito mortugabense Heráclito Rocha.

O presidente da Embasa, Rogério Cedraz, o diretor de Operação do Interior, José Ubiratan Matos, e a superintende de Operação da Região Sul, Poliana Carvalho receberam os deputados e o prefeito na sede da empresa, em Salvador, quando anunciaram as providências para dar início às obras da adutora, que terá  captação flutuante no rio Gavião, numa extensão de  17.3 Km, melhorias e adequações na ETA ( Estação de Tratamento de Água ) existente, cujo  valor de investimento será de R$ 3 milhões e 100 mil. A população beneficiada é de aproximadamente 10.000 habitantes e a realização da obra está estimada em até oito meses.

Além da Embasa, Heráclito Rocha e os deputados Waldenor e Zé Raimundo cumpriram extensa agenda em Salvador, para defender os pleitos de Mortugaba para educação, saúde e fortalecimento da agricultura familiar. O secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues ficou de solicitar ao governador Rui Costa a autorização para construção de colégio estadual modelo tempo integral na sede do município, solicitada pelo prefeito, e acenou para a possibilidade de concluir uma quadra poliesportiva, dentro da programação do governo do estado de resgatar obras inacabadas do governo federal.

Na Secretaria de Saúde do estado (Sesab), eles checaram instruções para firmar convênio visando o repasse de recursos de emenda de Waldenor e Zé Raimundo para o município, no valor de 356 mil, para compra de veículo e equipamentos hospitalares. E na Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), reforçaram junto ao chefe de gabinete, Jeandro Ribeiro, pleitos para construção de barragem e aguadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *