Policlínica Regional de Saúde em Valença completa quatro anos com mais de 210 mil atendimentos realizados

Referência para 13 municípios, a Policlínica Regional de Saúde em Valença completa nesta quarta-feira (29), quatro anos de funcionamento com mais de 210 mil atendimentos realizados.

Na avaliação da secretária da Saúde do Estado, Adélia Pinheiro, “esse é um projeto vitorioso que simultaneamente amplia e descentraliza consultas com especialistas e exames de média e alta complexidade, possibilitando que a Atenção Básica seja mais resolutiva. Além disso, os pacientes não precisam deslocar grandes distancias para realizar o diagnóstico e iniciar, caso necessário, um tratamento”, afirma a secretária.

Até o momento, o Governo do Estado entregou 24 policlínicas em toda a Bahia, com investimento superior a R$ 860 milhões entre obras, equipamentos, mobiliário, veículos e manutenção.

Similar às demais policlínicas, a unidade localizada em Valença é gerida por um Consórcio Interfederativo de Saúde, que reúne o Estado e diversos municípios. Nesse modelo de gestão, o Governo Estadual é responsável por 40% dos custos, enquanto os municípios participam com os 60% restantes, sendo proporcional à população. No caso da Policlínica Regional em Valença, ela é referência para a população de Cairú, Camamu, Gandu, Igrapiúna, Itaparica, Ituberá, Nilo Peçanha, Nova Ibiá, Piraí do Norte, Taperoá, Teolândia, Wenceslau Guimarães, além da própria Valença.

A unidade tem ofertado consultas com médicos nas seguintes especialidades: anestesiologia, cardiologia, endocrinologia, ortopedia e traumatologia, cirurgia geral, dermatologia, ginecologia e obstetrícia, pneumologia, coloproctologia, neurologia, oftalmologia, otorrinolaringologia, radiologia e reumatologia. Além disso, realiza diversos exames a exemplo ressonância magnética, tomografia, ecocardiograma, ergometria, mapa, dentre outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.