Prefeitura de Lauro de Freitas iniciou entrega de tablets para alunos da rede municipal de ensino nesta terça (31)

Alunos matriculados nos cinco colégios do pólo educacional de Areia Branca começaram a receber, nesta terça-feira (31), tablets equipados com plataforma de ensino à distância e internet. A informação foi divulgada na manhã desta terça-feira (31) em live transmitida nas redes sociais da Prefeitura de Lauro de Freitas. A prefeita Moema Gramacho detalhou como será realizada a distribuição dos 19.500 tablets para alunos e 1.800 para professores, gestores e coordenadores da rede

Além dos mais de 360 tablets que estão sendo distribuídos nesta terça-feira para os alunos do pólo de Areia Branca, a Prefeitura já entregou 878 para professores, gestores e coordenadores de mais de seis polos. Nesta quarta-feira (1), serão disponibilizados os equipamentos para os alunos das escolas que compõem o polo de Vida Nova. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (SEMED), as entregas não serão interrompidas até que todos os equipamentos sejam entregues.

Os 21.300 tablets adquiridos com recursos dos precatórios do FUNDEF já foram entregues à Secretaria de Educação pela empresa licitada. Durante a live, a prefeita explicou as etapas pelas quais os equipamentos têm de passar antes de chegar às mãos dos alunos. Primeiro é instalada a plataforma educacional, depois um chip que garante o acesso à internet, além da colocação das etiquetas com número de série e do tombamento da Prefeitura. Só depois estão prontos para serem distribuídos.

Fundamentais durante a pandemia do novo coronavírus, quando as aulas da rede municipal de ensino de Lauro de Freitas estão sendo realizadas remotamente, os tablets fazem parte de um projeto que coloca a tecnologia como aliada da educação, conforme destacou a prefeita Moema Gramacho durante a live.

“Mesmo antes da pandemia já estávamos planejando a implantação de um sistema integrado de educação, tendo como ponto de partida o uso da tecnologia, que atualmente é a base para quase tudo. É claro que a pandemia intensifica este processo, porque precisamos suspender as aulas presenciais, mas mesmo depois que superarmos este momento, os tablets vão possibilitar novas metodologias, e uma melhor ilustração das aulas para nossos alunos”.

A prefeita também repudiou a ação de vereadores de oposição que têm divulgado fake news sobre o processo de licitação para compra dos tablets. “Todo o processo foi realizado dentro da legalidade”, reforçou. A empresa vencedora participou de pregão eletrônico de âmbito nacional por meio do Banco do Brasil. Durante todo o processo, não houve apresentação de nenhum recurso que impedisse a continuidade da licitação ou levantasse suspeitas sobre a legalidade de todo o processo.

Durante a live, que contou com a participação da secretária municipal de Educação, Vânia Galvão, do vice-prefeito Vidigal Cafezeiro, e da coordenadora de educação básica do município, Cristina Kavalkievicz, também foi veiculado um vídeo da visita do presidente da Comissão de Educação da Câmara de Vereadores de Lauro de Freitas, o vereador Edivaldo Ferreira da Silva, à sede da SEMED para conhecer de perto as etapas que antecedem a distribuição do equipamento

“Esta logística de distribuição, com instalação de número de série e tombamento é boa, porque certifica que um equipamento do poder público municipal será distribuído para os alunos da rede. Estes tablets vão ajudar na formação educacional deles”, declarou o vereador, que também chamou atenção para a necessidade dos alunos cuidarem do equipamento, evitando que seja danificado.

Jornalista: Rodrigo Castro

Fotos: Danilo Magalhães

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *