Prefeitura investe R$ 4 milhões para reconstruir escola em Fazenda Grande II

O antigo prédio da Escola Municipal Fazenda Grande II Ministro Carlos Santana começou a ser demolido para dar lugar a uma unidade de ensino completamente nova e moderna, que será construída pela Prefeitura com investimento de R$ 4 milhões. Na manhã desta segunda-feira (2), o vice-prefeito Bruno Reis autorizou o início da obra, ao lado do secretário de Educação, Bruno Barral, além de professores, pais e alunos da rede pública.

De acordo com Bruno Reis, a nova escola vai oferecer conforto e melhores condições de aprendizagem para as crianças de Fazenda Grande II. “No próximo ano letivo, a meninada vai estudar em uma unidade que não vai deixar nada a desejar a nenhuma escola particular de Salvador. Aqui teremos 12 salas climatizadas, com ar-condicionado, e toda a estrutura necessária para o ensino, dando mais dignidade para alunos e professores”, afirmou.

Apresentando desgastes na estrutura e infiltrações, o antigo prédio será substituído por uma unidade de ensino com 1.636 metros quadrados de área construída, com capacidade para 720 alunos. A escola terá salas de Atendimento Educacional Especializado, de leitura e de professores, além de quadra, elevador, horta, coordenação, direção e secretaria. Durante a reconstrução, as crianças estudarão em um imóvel alugado pela Prefeitura, na mesma rua.

A Escola Municipal Fazenda Grande II Ministro Carlos Santana atende os alunos da pré-escola (grupos 4 e 5), Ensino Fundamental I (do 1º ao 5º ano) e Educação de Jovens e Adultos I (EJA I). A autorização das obras de reconstrução dessa unidade de ensino integra a nova etapa do programa de modernização dos prédios escolares da rede pública de Salvador, que, desde 2013, já contemplou 241 unidades escolares.

Na localidade, Bruno Reis destacou os investimentos da administração municipal no ensino público. “A nossa gestão entende que só através da educação é possível transformar o presente e o futuro das crianças. Em determinados momentos, chegamos a investir mais de 29% da receita corrente líquida de Salvador nessa área, que é a nossa prioridade. Neste momento, só em recuperação, construção e reconstrução de escolas, estamos aplicando mais de R$ 120 milhões”, assinalou.

Foto: Beto Jr /PMS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *