Primeira Unidade Móvel de Zoonoses do Brasil já funciona em Salvador

Equipamento itinerante segue para o Subúrbio Ferroviário nesta terça-feira (26) e vai auxiliar a conter casos de esporotricose em animais na cidade

A Unidade Móvel de Zoonoses (UZM) já está disponível em Salvador. Voltada para o enfrentamento a esporotricose em animais, o equipamento iniciou os atendimentos nesta segunda-feira (25) na capital baiana. O equipamento itinerante tem a capacidade de 15 atendimentos diários. Fruto de uma provocação de Marcelle quando ainda ocupava uma cadeira na Câmara Municipal, o veículo atendeu nesse primeiro dia a comunidade de Itapuã.

A protetora dos animais, titular da Secretaria de Sustentabilidade e Resiliência de Salvador, e vereadora licenciada, Marcelle Moraes, celebra a conquista e parabeniza a iniciativa do Secretaria da Saúde (SMS). “Salvador mais uma vez se destaca saindo na frente em políticas públicas voltadas para os cuidados com os animais. A esporotricose é uma doença que causa feridas severas em felinos e seres humanos, portanto, a contenção dessa doença é um problema de saúde pública e que deve ser levado a sério”, explicou Marcelle.

Nesta terça-feira (26), a UZM atenderá a população na Prefeitura-Bairro do Subúrbio Ferroviário, das 09 às 16 horas. Os atendimentos acontecem após prévio agendamento. No local, serão realizadas avaliações clínicas de casos suspeitos com esporotricose, por um médico veterinário, além das consultas de revisão de animais em tratamento. O espaço também coleta de material de exame das lesões através de citologia. Para o agendamento, os interessados devem ligar no Fala Salvador (156).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.