SINDPOC fecha Complexo Policial de Sobradinho em Feira de Santana depois que dois presos testaram positivo para à COVID-19

A confirmação que um casal de presos do Complexo Policial de Sobradinho – Feira de Santana estão com coronavírus (Covid-19) fez com que o Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (SINDPOC) fechasse a unidade, decisão deliberada em assembleia extraordinária, nesta quarta-feira (3).

Segundo o SINDPOC, a Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP) após receber informações que os presos testaram positivo para o novo coronavírus, se recusou a receber o casal que está aglomerado com mais 15 presos nas celas.

Diante de tais recusas por parte da SEAP, o SINDPOC suspendeu as atividades policiais no Complexo até que o Tribunal de Justiça realize as audiências de Custódia e estes presos sejam transferidos, evitando a contaminação dos policiais civis.

Segundo Eustácio Lopes, presidente do SINDPOC, a entidade sindical vem cobrando há vários dias medidas mais duras quanto a aferição de temperatura de presos, testes rápidos, além da transferência para as unidades prisionais, evitando o risco de contaminação por parte dos servidores da policia civil, porém o comitê de crise da Secretaria de Segurança Pública ainda não se pronunciou.

Eustácio afirma que, enquanto os presos estiverem na unidade policial, todas as atividades estarão suspensas. O sindicato reivindica a transferência imediata dos presos e que o Complexo passe por desinfecção. Além dos testes para a covid-19 para todos os servidores, porque os policiais civis de toda região que tiveram contatos com os presos, para que seja possível fazer um rastreamento mais amplo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.