“Que não abandonemos a esperança de construir um país menos racista e machista”, diz Ireuda

Nesta sexta-feira (22), dia em que se completam 522 anos da chegada dos portugueses ao Brasil, a presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, vereadora Ireuda Silva (Republicanos), diz que não podemos perder a esperança de construir um país mais justo, menos racista e machista. Segundo ela, os revezes não são motivo para o desânimo.

“Nossos desafios enquanto povo ainda são muitos e as dificuldades também não são poucas, mas o que determina a vitória ou a derrota é a motivação. Lutamos todos os dias para nos livrarmos do racismo, resquício histórico da escravidão, do machismo e da desigualdade social. E é assim que devemos continuar, com fé, coragem e conscientes da nossa missão”, diz Ireuda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.