Suspeito de enganar compradores de terreno é preso em Prado

Mandado de prisão preventiva por estelionato foi cumprido na última terça-feira (12)

Equipes da Delegacia Territorial de Prado, a 790 km de Salvador, cumpriram, na terça-feira (12), um mandado de prisão preventiva contra um suspeito de estelionato. Ele, que tem 23 anos, era investigado por enganar pessoas de boa-fé durante a negociação de contratos.

Segundo a apuração da unidade, durante as tratativas para compra e venda de lotes urbanos, eram realizados pagamentos, e o suspeito auferia as quantias ilegalmente. Após ouvir as pessoas lesadas e coletar outras provas da atividade ilícita do homem, foi solicitada a sua prisão preventiva.

O modus operandi do suspeito de estelionato baseava-se em se passar por proprietário de um terreno e vendê-lo, recebendo um sinal. No entanto, quando o comprador chegava ao imóvel ou passava a ocupá-lo, descobria que o verdadeiro dono não sabia da transação e sequer tinha a intenção de realizar a venda.

Ele é investigado também por violência doméstica contra a mulher.

Foto: Haeckel Dias/Ascom-PC (Ilustrativa)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.