Kátia Oliveira alerta para a necessidade de políticas de combate à violência contra a mulher

A deputada estadual Kátia Oliveira (MDB) defendeu nesta segunda-feira (17), em discurso na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), a ampliação das políticas de combate à violência contra a mulher. Neste domingo (17), a parlamentar participou, em Simões Filho, de uma caminhada de conscientização e protesto contra os casos de violência ao lado de familiares e amigos de diversas vítimas de feminicídio, entre eles o mais recente, de Mariene Menezes de Oliveira, de 36 anos, brutalmente morta após ser atropelada pelo ex-marido em janeiro.

“Precisamos seguir alertando a sociedade e o poder público sobre a importância de ampliar as políticas públicas para combater a violência contra a mulher. Precisamos criar medidas efetivas para interromper esse ciclo de violência, com ações de prevenção, de conscientização e de inibição”, ressaltou a deputada, lembrando que o número de feminicídios cresceu 32% em 2019 na Bahia, segundo dados do próprio governo.

Ao voltar a defender a implantação de uma Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM) em Simões Filho, Kátia Oliveira lembrou que o município foi palco, desde 2017, de cinco casos brutais de feminicídio que chocaram o estado. As vítimas foram: Ana Paula da Silva Gomes e Daniela Santos Melo, em 2017; Ana Melia Bispo dos Santos, em 2018; Jaqueline Souza Santos, em 2019; e Mariene, este ano.

Em Simões Filho, a deputada ressaltou que a prefeitura tem trabalhado em diversas frentes para fortalecer as políticas de combate à violência contra a mulher. Entre as ações ela destacou a reestruturação da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SPM) e a construção do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cram) – Nilda Fiúza, além da parceria com a Ronda Maria da Penha e a realização de campanhas educativas.

Ela também salientou que pediu, por meio das emendas parlamentares, a instalação de Núcleos Especializados de Atendimento à Mulher (NEAM) em Simões Filho, Camaçari e outros municípios, composto por viaturas e equipamentos de móveis e informática para equipar a Polícia Civil. Além disso, ela apresentou indicações para a construção de uma DEAM em Simões Filho e da instalação de uma base da Ronda Maria da Penha em Camaçari.

A parlamentar voltou a defender o projeto de sua autoria que cria a Campanha Estadual Maria da Penha, com foco de atuação nas escolas públicas e privadas. “Muitas vezes, estas crianças e adolescentes crescem em um ambiente de violência. Então, precisamos interromper este ciclo de violência com informação e conscientização”, frisou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *